Siga por Email

sexta-feira, 30 de março de 2012

O que diz Nati, do blog Planet Pink

Resenha: Por Linhas Tortas - Cynthia França

Edição: 1
Editora: Novos Talentos da Literatura Brasileira
ISBN: 9788576795384
Ano: 2011
Páginas: 328
  
Sinopse: Por Linhas Tortas conta uma história de amor e de superação. A história da mulher que compreendeu a importância de assumir a sua individualidade e as rédeas do seu destino. Tímida e introspectiva, Ester conhece cedo o amor da sua vida e acredita que, com ele, será feliz para sempre. Até que a vida a surpreende com um fato inesperado, e ela percebe que não pode vagar pelo mundo como uma sombra, à mercê das adversidades que nos espreitam em todos os lugares. Decidida a mudar, ela dá uma guinada em sua vida e se lança em uma jornada, sinuosa e ao mesmo tempo delicada, em busca de si mesma.

Cotação: Excelente!!! (5 estrelas)


Fiz  resenha, mentalmente, inúmeras vezes de Por Linhas Tortas e creio que seria bem mais fácil se todos os meus pensamentos automaticamente virassem letras desse texto, pois sinto que tudo que escrever aqui não será o suficiente para falar desse livro.

Comecei minha leitura, assim como iniciei a de
Para Sempre Ana, desprovida de qualquer opinião ou conhecimento da história, não quis ao menos, ler a sinopse. Creio que foi uma atitude acertada, pois pude me surpreender, emocionar e envolver de tal maneira, que nem sei se poderei expressar. Por esse motivo, tentarei não contar muito sobre o livro, pois quero que tenham a mesma surpresa que eu.

Por Linhas Tortas é o primeiro livro da autora nacional Cynthia França, pessoa a qual, revelou-se uma excelente escritora. Conta a história de Ester, uma jovem carioca, que passa por adiversidades e vai aprendendo como tomar as rédias de sua vida.

Ester é uma mulher forte e decidida, que opta por fazer Direito em vez de Letras, para agradar aos pais. Mas nunca esqueceu da sua paixão aos livros e certas personagens, tanto que no colégio era conhecida como Penélope, famosa personagem de Homero (Odisseia) que por anos esperou incansavelmente o retorno de seu amor.

Cynthia nos traz personagens muito bem construídos, como Miguel, um jovem fofo, romântico e atensioso, Gonçalo, o geólogo/fotógrafo sedutor e que adora aventuras. Cada personagem criado tem total importância na história, mesmo aqueles que pouco aparecem.

Eu me identifiquei muito com a história de Ester, pois passei por uma situação bem semelhante a que ela passa no início do livro. Cada um enfrenta esta situação de uma forma, até porque cada pessoa é única e assim também, sua dor. De qualquer forma, quem ler, irá sentir por ela.

Não me importava com o que as pessoas pensavam, não me preocupava o fato de estarem me achando forte ou fraca. Nunca havia experimentado dor como aquela e precisava de tempo para aprender a lidar com aquilo.
p.44


Me emocionei do início ao fim deste livro, não tenho vergonha de dizer que chorei inúmeras vezes e que por alguns momentos tive vontade de parar a leitura pois achava que eu não aguentaria aquilo tudo. Mas eu poderia não aguentar, Ester me mostrava que sim. Cada vez que a dor me parecia consumir por conta da história, Ester tinha uma atitude que parecia tornar-se superior a qualquer obstáculo.

"(...)Se pudesse escolher, preferiria sofrer agora a ter de apagar a vida com ele.
– De fato, não mudaria nada.
– Acho que atingiremos um estágio evolutivo avançado quando conseguirmos sentir gratidão pela oportunidade de ter convivido com alguém por determinado tempo, independentemente da quantidade do tempo."
p. 69

Por Linhas Tortas mexeu demais comigo! E toda vez que pego o pdf para reler certos pedaços, eu choro. Sinto-me como se fizesse parte da história e que Ester e todos os outros personagens fossem reais, como se eu pudesse ir a cidade deles e encontrá-los, ouvir Nando Reis e conversar. Queria muito que isso fosse verdade...

Se não quisesse sofrer ou sentir qualquer perda em minha vida, a única solução seria não gostar de ninguém, não sentir nada por ninguém, ser indiferente. Caso contrário, a dor era inevitável. E não é com medo de sofrer que se deve viver.
 p 70

As vezes a vida nos leva a caminhos inimagináveis, que ora podem doer, machucar e achar que não terá mais saída, ora levar a sentimentos maravilhosos e reencontros que simplesmente nos tiram o ar. O importante é não ter medo de enfrentar o que encontrarmos pela frente, levantar a cabeça e seguir em frente.

Cynthia muito obrigada por ter nos presenteado com esse livro maravilhoso. Não tenho palavras para descrever o quanto amei e me envolvi com essa história.
 
http://blog-planetpink.blogspot.com.br/2012/03/resenha-por-linhas-tortas-cynthia.html?spref=fb

Nenhum comentário:

Postar um comentário